Empréstimos e financiamentos: saiba qual a diferença

Você sabe quais são as diferenças entre empréstimos e financiamentos? Se a sua resposta for negativa, saiba que está na hora de se informar, pois essas duas modalidades de crédito apresentam características distintas, que devem ser consideradas por gestores que estejam em busca de soluções para uma gestão eficiente.

Ambas as formas de crédito são muito comuns no mercado, porém, apresentam diferenças em relação às condições de aprovação e juros cobrados, entre outros pontos. Para ajudar você a entender melhor o assunto, neste artigo, vamos falar sobre o tema e apresentar as diferenças entre as duas modalidades. Continue a leitura e confira!

Qual a diferença entre empréstimo e financiamento?

De modo simples, podemos dizer que a principal diferença entre um empréstimo e um financiamento é que, no primeiro caso, o cliente pode pegar uma quantia determinada em uma instituição financeira sem que a liberação do dinheiro esteja vinculada à compra de algum bem.

O empréstimo é como se fosse a compra de um valor em dinheiro, em que o banco/instituição libera esse valor e o consumidor paga por ele posteriormente com a cobrança dos juros estabelecidos no contrato.

Já em relação ao financiamento, o valor liberado é usado especificamente para a compra de um bem, ou seja, a quantia não pode ser usada livremente. Dessa forma, a compra no financiamento é de uma mercadoria, que pode ser um veículo, imóvel etc.

Qual opção é a mais econômica?

No financiamento, caso o cliente não cumpra com o pagamento das parcelas assumidas, o banco pode requerer a devolução do bem financiado. Já no caso do empréstimo, isso não é possível, o que faz com que as taxas de juros cobradas sejam maiores.

Existem, também, opções de empréstimos com garantia de bens, que oferecem condições melhores, justamente devido ao bem oferecido como possibilidade de pagamento, em caso de inadimplência.

Em ambos os casos é fundamental ter um bom planejamento financeiro e somente assumir compromissos que estejam de acordo com os rendimentos mensais. Caso contrário, poderá ocorrer inadimplência e suas consequências negativas.

Como a consultoria pode ajudar na hora de avaliar a melhor opção?

A ajuda de um consultor é importante, pois o olhar de um profissional auxilia na tomada de decisões com base nas necessidades do seu negócio e no perfil de mercado da empresa. Com uma visão ampla, um consultor pode apontar quais são os pontos fortes de cada opção, facilitando, assim, a tomada de decisões.

Ter um auxílio especializado ajuda a ter clareza principalmente nos momentos de adversidades. Diante de um mercado altamente competitivo e de um público igualmente exigente, é preciso que o gestor adote uma boa estratégia financeira e esteja preparado para lidar com os desafios cotidianos. Uma boa consultoria é uma aliada importante nessa missão.

Agora que você já sabe quais são as diferenças entre empréstimos e financiamentos, pode analisar as oportunidades que cada modalidade oferece e definir qual é a melhor opção para a sua empresa. Independentemente da escolha, é fundamental que ela seja feita de modo consciente, a fim de melhorar os resultados financeiros do negócio.

Gostou do conteúdo? Então, siga nosso Facebook e LinkedIn e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.