contrato de empréstimo

Contrato de empréstimo: saiba quais os cuidados antes de assiná-lo!

A possibilidade de contratação de crédito é fundamental para o funcionamento de uma empresa. Por meio dele, a companhia pode financiar sua operação e até mesmo expandir seus negócios. Apesar destas vantagens, alguns cuidados devem ser tomados, principalmente no momento em que o contrato de empréstimo é assinado.

Uma vez que o documento é o responsável por definir a relação entre o credor e a empresa, cláusulas maliciosas podem causar graves prejuízos a saúde financeira do negócio.

Pensando na importância deste tema, resolvemos criar este conteúdo com informações relevantes sobre ele. Continue a leitura e descubra quais cuidados tomar antes de assinar um contrato de empréstimo.

Avalie a taxa de juros

Quando uma instituição financeira, como o banco, faz um empréstimo, ela aufere seu lucro cobrando uma taxa de juros sobre o capital que emprestou. Embora este fato não seja novidade para ninguém, infelizmente não costuma ser encarado com a seriedade que deveria.

Levado por uma aparente facilidade, ou pela emoção de finalmente conseguir recursos para investir em uma determinada área de sua empresa ou para complementar seu capital de giro, é possível que o empresário não considere adequadamente o custo da operação e acabe, assim, assumindo um compromisso com o qual não pode arcar.

Para evitar este problema, a pessoa interessada em pegar um empréstimo precisa conhecer todos os detalhes a respeito dos juros cobrados pelo credor, principalmente em caso de atraso do pagamento ou de inadimplência.

Se informe sobre o prazo e condições de pagamento

Outro ponto a que o empresário deve ter atenção, antes de assinar um contrato de empréstimo, é ao prazo definido no documento. Ele precisa confirmar que as informações transmitidas pelo credor de fato estão registradas. Em caso de erro ou divergência o contrato não deve ser assinado.

Um contrato bem elaborado também precisa fornecer, de modo claro, informações a respeito das demais condições do empréstimo. Como exemplo, podemos citar a antecipação de faturas e se existe, ou não, algum desconto caso ela seja realizada.

Observe a política do credor em relação a garantias

Ao receber uma garantia no momento em que faz um empréstimo, o credor corre menos riscos de sofrer prejuízo o que, ao menos em tese, abre espaço para que ele imponha uma taxa menor de juros.

Empréstimos com garantia são comuns e podem ser muito vantajosos para uma empresa. Antes de recorrer a eles, porém, o empresário precisa entender como o bem utilizado como garantia será tratado pelo credor. A empresa poderá fazer uso do bem em questão livremente?

Caso precise vendê-lo, como o credor tratará a situação? Em caso de inadimplência, como o credor fará uso da garantia para reaver seus recursos? As respostas para estas perguntas devem ser devidamente explicadas no contrato.

Segundo a legislação brasileira, caso o empréstimo seja feito por meio da alienação fiduciária, o tomador do empréstimo tem o direito de usar o bem livremente, além disso, em caso de inadimplência, o credor não pode tomar o bem para si. Ele deve ser leiloado para que os custos do empréstimo sejam quitados.

Um contrato que não siga essas diretrizes está fora das normas legais, o que significa que pode ser questionado judicialmente.

Por fim, é importante ressaltar que mesmo analisando todos os pontos que foram citados neste artigo, algumas cláusulas maliciosas podem não ser notadas por uma pessoa sem a devida qualificação. Por este motivo, é importante que o empresário conte com o apoio de um advogado de confiança antes de assinar qualquer contrato.

Para uma instituição financeira, o Score de uma empresa é um fator determinante para decidir se ela deve, ou não receber crédito. Por este motivo, um negócio que precisa de crédito para financiar sua operação deve ficar atenta a este indicador.

Agora que você sabe o que considerar antes de assinar um contrato de empréstimo, gostaria de preparar sua companhia para que ela tenha mais chances de receber o empréstimo? Leia este artigo e descubra como aumentar o escore de crédito de sua empresa.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.