como calcular capital de giro

Como calcular o capital de giro? Aprenda o passo a passo

Para que de fato uma empresa seja bem-sucedida em suas operações, é fundamental que seus gestores saibam como calcular capital de giro. Sem esse conhecimento, os gastos do negócio tendem a sair do controle, inviabilizando seu funcionamento.

O capital de giro pode ser descrito como o montante necessário para a empresa mantenha suas atividades. Por esse motivo, se ele for negligenciado é basicamente impossível que o negócio opere normalmente.

Considerando a importância do assunto, preparamos este conteúdo com informações mais precisas sobre o tema e orientações sobre o meio mais eficaz para se calcular o capital de giro de uma empresa. Continue lendo e descubra como obter sucesso nessa tarefa!

Quais são os conceitos básicos do capital de giro

Como foi dito, o capital de giro é basicamente a quantidade mínima de recursos que uma empresa precisa para financiar suas operações ao longo do tempo. Por meio dele, despesas, como o pagamento de faturas, são pagas. Para saber como calcular capital de giro, porém, se faz necessário conhecer alguns conceitos fundamentais que fazem parte de sua fórmula. São estes conceitos o de Ativo Circulante (AC) e o de Passivo Circulante (PC).

Ativo Circulante (AC)

Entende-se por Ativo Circulante o conjunto de ativos que a empresa tem em caixa, tanto em sua conta-corrente quanto em investimentos, e dos recursos que ela tem a receber no prazo de um ano. As faturas que uma empresa tem a receber, depois de fazer uma venda a prazo, por exemplo, podem ser consideradas parte do Ativo Circulante.

Passivo Circulante (PC)

Assim como o Ativo Circulante abrange todos os ativos de uma empresa, o Passivo Circulante representa todos os seus passivos. Basicamente ele é o conjunto de despesas, fixas e temporárias, que um negócio tem para se manter. Como exemplo podemos citar os custos com manutenção de equipamentos, as despesas com água e energia elétrica e até mesmo o montante necessário para pagar salários e insumos para a produção.

Como calcular capital de giro

Uma vez que os conceitos de Ativo Circulante e de Passivo Circulante se tornam claros, o cálculo do capital de giro é bastante intuitivo. Basicamente ele consiste em subtrair o Passivo Circulante do Ativo Circulante. Podemos fazer uso da seguinte fórmula.

AC – PC = CGL

Na fórmula em questão, o CLG tem o significado de Capital de Giro Líquido, ou seja, o montante mínimo necessário para que uma empresa se mantenha em operação.

Por meio de alguns exemplos, vamos observar na prática como calcular capital de giro.

Exemplo 1:

AC = R$ 500.000,00

PC = R$ 350.000,00

CGL = ?

R$ 500.000 – R$ 350.000 = R$ 150.000

CGL = R$ 150.000,00

Exemplo 2:

AC = R$ 690.000,00

PC = R$ 936.000,00

CGL = ?

R$ 690.000 – R$ 936.000 = R$ – 246.000

CGL = R$ – 246.000,00

Como analisar o resultado

Uma vez que o objetivo do capital de giro é financiar a operação da empresa, quando seu resultado se mostra positivo, é sinal que o negócio tem em caixa o montante necessário para suas atividades. É preciso levar em consideração, porém, que, caso o resultado apurado se mostre muito próximo do mínimo necessário, a empresa se encontra em uma posição pouco confortável, em que qualquer imprevisto pode desorganizar seu fluxo de caixa.

Se o resultado apurado for um valor negativo, como no caso do exemplo 2, medidas para que as contas da empresa sejam devidamente organizadas devem ser tomadas com urgência. Buscar a ajuda de um especialistas é uma solução adequada.

Embora o cálculo do capital de giro seja simples, seus resultados são de suma importância para a saúde financeira de uma empresa, de modo que não deve ser negligenciado. Além disso, para que ele de fato reflita a realidade do negócio, é vital que contenha todos os seus Ativos e Passivos Circulantes. O mapeamento de custos e de ativos pode tornar esse processo mais preciso.

Agora que você sabe como calcular capital de giro, gostaria de continuar a receber informações úteis como esta? Siga nossos perfis no Facebook e LinkedIn e tenha acesso a mais conteúdos relevantes.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.